“Estou sofrendo… de lonjuras.”

Amigos, a Dory, nossa autora convidada, enviou-nos mais este belíssimo texto.

 

“Eu percebo que invariavelmente, temos o costume de dizer que o momento ou a fase atual é a pior de todas que já passamos.

Uma olhadela pelo nosso passado nos fará lembrar os ocorridos, os envolvidos, músicas que não podemos ouvir porque tudo vem à tona, com a mesma angústia… perfumes, gestos, lugares… tudo retorna e é tão mágico que nos faz decidir qual momento foi pior ou não. E perceber que tudo passou… tudo passa… precisa passar…

Estou num destes momentos…

Penso que vou morrer, que não vai passar, que não vou dar conta de tanta dor… quero apenas mergulhar no mar profundo de um choro irracional, impiedoso, dilacerante.

Estou na fase depressiva e foi difícil constatar e afirmar isso. Domingo veio o diagnóstico, quando percebi a pressão do dia, a impossibilidade de mover um dedo sequer em qualquer direção. Apenas a vontade de não ser quem sou, ou estar onde estou, ou viver o que vivo.

O gatilho? O amor. Eu sofro de amor, eu sofro de abandono, eu sofro de indecisões, eu sofro de ausências, eu sofro de preferências, de promessas. Eu sofro de lonjuras.

Mais do que sofrer pelo amor, ou pela pessoa amada, eu sofro da saudade daquilo que nunca se teve, do ilusório, do imaginário, do sonhado, do esperado, daquilo que eu pensava que merecia.

Mais do que sofrer pelo amor, ou pela pessoa amada, eu sofro pela minha impotência em não conseguir algo muito desejado, sonhado.

Eu sofro pela inexistência do meu lugar na fila.

Eu sofro pela decisão tomada que a vida precisa continuar e ela vai continuar, mesmo eu desistindo ou não.

Eu sofro por constatar que mais uma vez eu não dei certo. Que mais uma vez eu apostei as cartas que tinha. Que mais uma vez eu não aprendi.

Não venha me dizer que amanhã é outro dia, porque minha urgência é agora. Minha dor me dilacera agora e eu não sei se darei conta de ver chegar a noite.

Não venha me dizer que tenho tantos outras questões, qualidades e projetos, porque minha frustração me derrete agora. Minha incapacidade de lidar com o desencontro me diminui agora e eu não sei se quero mais me encontrar comigo em um canto qualquer da vida.

Não venha me dizer agora da minha inocência, porque a minha maldade se mudou há anos da minha trajetória e sou incapaz de pensar que alguém se aproveita de mim.

Não venha me dizer agora para partir para outra, porque meu corpo é tatuado e algumas marcas não saem mais…

Não venha me dizer nada, apenas me abrace forte e deixe que eu me inunde, que eu me afogue…

Porque hoje o que eu mais precisava era estar envolvida num abraço, prá não deixar que a depressão me beba de canudinho.

É… eu estou sofrendo, sofrendo de lonjuras…”

 

16 thoughts on ““Estou sofrendo… de lonjuras.””

  1. Dory… você me fez chorar …rs.
    Eu sinto a mesma coisa..
    Mas vejo minhas experiências do passado e tento não errar mais..
    Mas a carência e as crises de mania.. me fazem ser um pouco volúvel com os homens.. foco com um …fico com outro.. me apeguei em um.. que começou a namorar..e não me escolheu pra ser a namorada dele..pq eu tenho 29 anos e ele 50.. pois é kkk
    Os de 30 não fazem.mais meu estilo com os joguinhos deles.. mas percebi que na vdd todos são iguais.
    Não queria ser como eu sou .. carente.. besta..e tão sensível assim.. e não sei se algum dia vou ter um relacionamento sério. . Mas vamos levando..

    1. Olá Ane… somos assim… Depois de muito relutar, cedi aos encantos de um homem mais velho. Bem mais velho. E quando resolvemos ficar juntos, o mundo caiu sobre nossas cabeças. Ele se viu com o filho e dois irmãos com câncer, noutro país, noutro mundo e ficamos para prioridade 518. Por isso sofro de lonjuras… mas minha dor maior é a solidão. Vivo eu, sozinha, eu por mim mesma, aos trancos e barrancos, me abraçando, tirando leite das pedras. Vai passar. Há de passar… Abraço com carinho.
      Dory

    1. Nanci, você sabe como dói. Somos muito intensos. Chego a arriscar que há um que de euforia em nossa depressão de tão forte…
      Mas vai passar. Há de passar…
      Bjs
      Dory

  2. É MINHA QUERIDA TDO DOIE MTO ,NESSE MOMENTO SINTA- SE ABRAÇADA POR MIM E PRINCIPALMENTE POR DEUS Q/ É VERDADEIRO

  3. Eu sofro da saudade daquilo que nunca
    Se teve, do ilusório, do imaginário, daquilo
    Que eu achava que ia ter e não tive
    Você nesse parágrafo conseguiu traduzir
    Minha depressão
    Que eu nunca tive coragem de contar para ninguém
    Obrigado, pelo texto tão solidário, tão verdadeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.